Sinopse

Não há cartazes anunciando a sua chegada, apenas uma estrada ao longo da qual vários personagens, incluindo uma ave pernalta, entram em campo. E assim o Circus Debere Berhan começa a sua tour mundial. Uma série de planos onde os artistas da companhia de circo etíope executam os seus números, misturando-se com a paisagem e sublinhados por um acompanhamento musical encantador. Esta curta-metragem brinca com a natureza imediata e fixa dos planos, como um cinema mudo moderno.

 

Bio-filmografia do realizador

Lukas Berger trabalhou em projetos de fotografia e cinema na Etiópia, Paquistão, Uzbequistão, Burquina Faso, Rússia, entre outros países Europeus. A sua primeira curta-metragem “Circus Debere Berhan” teve a estreia mundial no 20th Milano Film Festival e foi exibida em mais de 30 festivais de cinema, ganhando 2 prémios internacionais. Realizou "Circus Movements" (2019) que estreou no 57th Ann Arbor Film Festival nos EUA e foi selecionado para o 68th Melbourne Film Festival, 16th Vienna Shorts e 23rd PÖFF Shorts.

Cast

Artistas:

Beza

Abonesh

Ashenaf

Dawit

Habtamnesh

Hiwot

Jermal

Nebiyat

Yisak

Yosef

Zekarias

Equipa técnica

Realizador:

Lukas Berger

Com a colaboração:

Mário Gajo de Carvalho

Teklu Ashagir
Produtores:

Mário Gajo de Carvalho

Lukas Berger
Cinematografia:

Lukas Berger

Som:

Abush Baryew
Editores:

Lukas Berger

Mário Gajo de Carvalho Pedro Florêncio

Sound design:

Mário Gajo de Carvalho

Pedro Florêncio