Sinopse

O documentário propõe-se a dar a conhecer a obra – projectos e textos - do arquitecto e urbanista português Nuno Portas, cujo pensamento reforça a ideia da cidade como objecto cultural. Além das reflexões de Portas sobre a cidade contemporânea, abrir-se-á um espaço de reflexão para que, a partir de “A Cidade de Portas”, se faça uma análise profunda sobre a cidade global.

Bio-filmografia da realizadora

Teresa Prata, nasce perto de Coimbra, passa a infância entre Moçambique e Angola e a adolescência no Brasil. Licenciada em Argumento e Realização em 1999 pela Deutsche Film und Fernsehakademie Berlin (dffb), em Berlim. Enquanto estudante, escreve e realiza diversas curtas-metragens selecionadas para vários festivais internacionais. O seu filme mais conhecido é a longa-metragem “Terra Sonâmbula”, baseada no romance homónimo do escritor moçambicano Mia Couto e cujo argumento é da sua autoria,  foi realizada com financiamento do Instituto de Cinema e Audiovisual (ICA) e das televisões Arte/ZDF e RTP. Estreou no Festival Internacional Des Films du Monde em Montréal, no Canadá e foi exibida em 40 festivais internacionais ganhando 11 prémios. Este filme foi distribuído comercialmente em sala de cinema e DVD em10 países.

 

Bio-filmografia do autor de documentário

Humberto Kzure-Cerquera tem formação em arquitetura e urbanismo, fotografia, teatro, cenografia e direção de cinema pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro - Instituto Brasileiro de Audiovisual. É Mestre em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR/UFRJ e Doutor em Urbanismo pelo PROURB/FAU/UFRJ e Bauhaus Universität Weimar, no âmbito do Programa Brasil-Alemanha.  Sua tese de doutoramento intitula-se “Cenas da Cidade, Imagens do Cinema”, sobre o Rio de Janeiro e Berlim nos filmes de Nelson Pereira dos Santos e Wim Wenders. É professor de Urbanismo na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.  Expôs na Bienal de Veneza (2002), na Mostra Internacional Rio Arquitetura - MIRA (2006), na Bienal Internacional de Arquitectura e Design de São Paulo (anos 2003, 2005 e 2007) e na Bienal de Lima (Peru, 2004), onde recebeu uma Menção Honrosa.  No cinema, realizou os documentários “Revertere Ad Locum Tuum” (em conjunto com Katarzyna Mich), “Choque de Ordem”, “Vila Autódromo”, “Areia” (premiado no Farcume, em Portugal, 2014) e “Pasagi” (filmado em Cabo Verde e em fase de pós-produção). Também trabalhou do filme “Lost Zweig”, dirigido por Sylvio Back e foi diretor de arte do filme “Omoidê” (“Liberdade”, 2008), de Dannon Lacerda.  Atualmente, faz um pós-doutoramento sobre a obra do urbanista português Nuno Portas na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto e no Centre de Recherches em Histoire Internationationale et Atlantique da Université de La Rochelle.

Cast

Nuno Portas

Bartolomeu Costa Cabral

Álvaro Domingues

Ana Tostões

José António Bandeirinha

Nuno Grande

Lilian Fessler Vaz

Verena Andreatta

Geraldo Lopes

Gilson Santos

Maria Laís Pereira da Silva

Laurent Vidal

Fania Fridman

Maria Luiza Tambellini

Soraya Silveira Simões

Isabel Guerra

Marta Ferreira Martins

Equipa técnica

Realizadora:

Teresa Prata

Autoria do documentário:

Teresa Prata

Humberto Kzure-Cerquera

Produtor:

Mário Gajo de Carvalho

Filme apoiado por: